Educação técnica e tecnólogo: Quais as diferenças?

Educação técnica e tecnólogo: Quais as diferenças?

23/11/2020 3:17 PM
Educação

Investir em qualificação profissional é muito importante para qualquer pessoa que busca traçar uma carreira sólida e sustentável, independente do segmento. Entretanto, é muito comum ter dúvidas sobre qual curso investir para alcançar este objetivo.

No que se refere ao leque de oportunidades, elas são muitas e contemplam diversas áreas. De acordo com o Ministério da Educação (MEC), o Brasil tem 185 cursos técnicos, divididos em 12 eixos temáticos.

Já as vagas para tecnólogo são 134 no total, separadas por 16 segmentos de atuação no mercado de trabalho. Diante de tais possibilidades, qual delas devo optar? Tudo vai depender das suas ambições dentro da carreira.

Com o objetivo de ajudá-los nessa escolha, vamos explicar conceitualmente as particularidades de cada um, mostrando suas potencialidades e quais critérios você deve levar em consideração na hora de buscar se qualificar para o ambiente funcional. Boa leitura!

Como funcionam os cursos técnicos e tecnólogos?  

No que diz respeito a capacitação técnica, a principal característica é que as disciplinas práticas são mais predominantes na grade curricular. Existem três categorias de qualificação nesta modalidade: Subsequente, Concomitante e Integrado. 

O primeiro é para quem já concluiu o ensino médio e deseja obter uma formação específica para ingressar no mercado de trabalho. Já os dois últimos são para quem não terminou este período escolar e que deseja obter diplomas de nível médio e técnico ao mesmo tempo. 

A formação técnica é um nível intermediário entre o médio e o superior e o diploma recebido é o técnico de grau médio.

Já o curso de graduação tecnológica possui nível superior como bacharelado e licenciatura, porém seu foco é atender as demandas mais urgentes do mercado de trabalho. Por isso, eles são mais curtos e duram, em média, de dois a três anos. Algumas áreas contempladas são: gestão de negócios, informação e comunicação, produção cultural e design, controle e processos industriais, entre outras.

As formações para tecnólogo são reconhecidas pelo MEC nas modalidades a distância e presencial e, para fazer a inscrição, é necessário ter concluído o ensino médio.

Vantagens de um curso técnico

Conforme análise do último censo do IBGE, realizado em 2019, o país identificou 9,3 milhões de alunos em nível médio. Desse montante, 7,1% informaram frequentar algum tipo de curso técnico. A significativa adesão se deve a alguns benefícios oferecidos por essa modalidade, são eles:

Ø  Possibilidade de realização a partir de 16 anos;

Ø  Curta duração (mínimo dois meses e, no máximo, três anos);

Ø  Disciplinas mais direcionadas para o mercado;

Ø  Menor custo de formação;

Ø  Potencializa a entrada no ambiente profissional

Ø A indústria brasileira, a paritir da SondEsp 76, da CNI (Confedereação Nacional da Indústria), declara carência de 50% de quadros técnicos. 

Vantagens de um tecnólogo

A graduação tecnológica também não para de ganhar adeptos. Também conforme o censo do IBGE, esse perfil de curso teve aumento de 11,5% nas matrículas. Veja na sequência algumas vantagens deste formato de estudo:

Ø  Possibilidade de se aprofundar em conceitos teóricos;

Ø  Aumento da rede de networking;

Ø  Elevado grau de qualificação profissional;

Ø  Chance de continuar estudando de maneira mais especializada;

Ø  Melhores salários após conclusão do curso.

Técnico e Tecnólogo: Qual devo escolher?

A escolha do caminho profissional deve ser feita com muito critério, mesmo porque é normal alguém não ter convicção do que quer fazer logo de primeira, pois no Brasil, diferente de outros países, há muita pressão para a decisão profissional muito cedo na vida do estudante.

Neste contexto, muitas vezes, por pressão de escolher qual área seguir para dar continuidade aos estudos, a pessoa acaba fazendo a escolha errada, fato que gera frustração e, consequentemente, abandono do curso, além de um alto custo financeiro ao final.

Sendo assim, os cursos técnicos são boas opções para dar o primeiro passo, se inserir no mercado de trabalho e ir percebendo quais são suas potencialidades e pontos de melhoria, com o que você se identifica mais e como funciona o segmento de atuação. Isso lhe dará mais embasamento e sustentação para definir qual trajetória percorrer na carreira profissional.

Portanto, o caminho é entender qual seu perfil. Após fazer essa análise e detectar quais são os segmentos compatíveis com você, é a hora de definir o que fazer.

Como encontrar cursos qualificados?

Antes de mais nada, é muito importante pesquisar quais as instituições mais gabaritadas no mercado. Para isso, vale conversar com pessoas da área de atuação que deseja trabalhar, pesquisar referências sobre a escola, buscando verificar o máximo de informações possíveis. 

Além disso, é importante ver a grade de cursos, o perfil dos preços, valor do investimento, metodologia de ensino, entre outros atributos que são essenciais e tem impacto direto no seu aprendizado.

A Udotfy tem um amplo portfólio de oportunidades que contempla várias áreas de conhecimento como Finanças, Teologia, Marketing, Agronomia, Gestão e Negócios, Engenharia, entre outras.

Temos qualificações disponíveis no formato a distância, com o objetivo de disponibilizar o que há de melhor em educação, sempre em conformidade com as necessidades do aluno.

Trabalhamos com preços acessíveis e condições facilitadas de pagamento. Quer saber mais? Entre em contato com os nossos consultores! Venha transformar o seu futuro!


® Udotfy Engine Ltda.
Loja administrada por IICE
Marketing Digital e Criação por Studio Yellow